sexta-feira, 22 de junho de 2012

A vitória...

enorme canção da existência... sopro de fé esconça... olhas um coração cansado e dás-lhe alegrias que podem ser maiores... eleva-te... desfruta da arte... a arte é a vitória! Não existe outra vitória mais bela que a apologia da arte... de viver sabiamente!

Venço ao me conhecer melhor e aí todos os golos ganham significado... conheço-te, sei que não me reconheces... e o golo é esquecido... para sempre... sem cansaços ou tristezas... é somente um jogo que nunca foi jogado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agostinho da Silva

"Morre menos gente de cancro ou de coração do que de não saber para que vive; e a velhice, no sentido de caducidade, de que tantos se v...