azul turquesa

De passo apressado
páro subitamente
cruzo-me com esse olhar doce
essa peculiaridade de vida
frente a frente a tocar-nos num silêncio e olhar profundos

verde mar
um corpo que doí... que a beleza me mata precocemente
uma alma aliciante
uma perfeição molecular

as loucuras que vivemos
são vida a pulsar - o universo a se recriar

nada depois da paixão
nada depois da volúpia
nada depois do orgasmo

olhamos a vida e acreditamos na alegria e no entusiasmo

está uma tarde agreste
uma cama lavada
um corpo perfeito

existe uma qualquer sensação
misto de paz entusiasmo e vida

eu tu nós este momento eterno!

esqueço os juízos o (a ideia)
bem e o mal... só existe o Amor!

só existes tu para mim!

O teu mel, esse olhar que quero
só para mim

os teu seios,o teu ventre... o teu corpo que dá sentido
à vida!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capitais Próprios e a BTV

Rumores

olhar