Liberdade...

Chove torrencialmente, saio para a noite
A lua tem luz própria

e...
Vivo essa intimidade cumplice com a vida
... somos dois estranhos que se reconhecem...

a minha amiga deixou-me e eu estou só

as ondas do mar falam-me
doces palavras abraços eternos

sento-me calmo sobre um olhar
os olhos deixam-me em extase profunda

servo de todos os olhares
amante desses olhos belos desses corações puros

sei que a vida tem luz própria

eterno

a paz tem um nome juventude
a liberdade um brasão - laranja amarelo verde vida!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capitais Próprios e a BTV

Rumores

olhar