Poesia de vida - uma brisa alegre...

As pessoas, são a janela que nos permite acreditar... a beleza das palavras e da simplicidade... comovem-me...
Comove-me a beleza das mulheres, comovem-me a existência, o amor,  a paz, a alegria, o chilrear dos pássaros, os animais, as flores e toda a natureza, as fintas do Chalana, a inteligência do Alves, os pés do Rui Costa e do Aimar... a poesia enche-me - confio na paixão amorosa dos relacionamentos entre seres humanos... quero fraternidade... quero que cuidemos todos uns dos outros... quero ser finalmente feliz.... quero ser feliz...
Alguém num espaço tempo real transforme o mundo em cor paz e alegria eterna... eu...

Agora é o meu tempo...

A noite tem luzeiros
de beleza indiscutível... sou eu...
Um olhar de negro paz
Remete-me para a possibilidade

de ser aquilo que sou eu...

um medo frio disforme
diz-me que o engano me persegue

mas é esse sonho de criança
essa amizade com a paixão
que me faz continuar a ... ter fé...

Estou só... e ninguém sabe...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capitais Próprios e a BTV

Rumores

olhar