Parece-me que me apetece sair... esquecer...

O futebol... e suas paixões (ou ausência delas)... a nossa fácil capacidade de olhar o lado lunar... a minha?
os negócios, os egocentrismos... as coisas estranhas...
Sinto falta do Benfica do Nené, do Shéu, do Humberto, do Alves, do Chalana... sinto tanta falta que até doi! Isto que se passa hoje no futebol é tão estranho! Mas tão estranho... quero esquecer esta coisa feita de falta de... amor ao jogo, à verdade e à humildade... a falta que sinto de nos sentirmos irmãos nas diferenças e nos adversários...

Estranho tanto que me quero evadir... quando o Benfica perdeu (não teve nada a ver directamente com a derrota, mas muito mais com todas as envolvências) com o Porto senti algo parecido... hoje quero tanto voltar para um lugar fraterno...

Muitas pessoas vivem com ânimo o eterno combate... eu ... pois... estou noutra... claro que adoro coisas fixes, pessoas, atitudes, decisões...fraternidade... mas não... é assim... volto talvez à minha poesia!
Mas não é o combate é o respeito pelas pessoas, pelo jogo, pela verdade, pela honestidade, pela simplicidade... isto aplicado à vida, isto aplicado ao futebol!

É isto!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

olhar