Noite agreste...

A companhia serena do coração tranquilo.
Saber-me maior que o pensamento... saber-me...
Sentado olhando o jardim, ou no sótão sabendo o azul negro do céu uma estrada infinita de alegria, desconheço o sofrimento e todas as galáxias concentram a minha atenção.
E no entanto são os olhares que me trazem a luz do amor... em cada olhar uma galáxia e ficam a faltar mundos inumeráveis... esta tranquilidade infinita diz-me que tudo está em ordem...
Nada espero, nada desejo... somente existir... o bater do coração, a respiração consciente!
A vitória tem o sabor de todas as derrotas anteriores, são irmãs...
O medo abandona-me finalmente e reconheço-me...
O fumo dos cigarros são o sinal de eternidade cumprida!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capitais Próprios e a BTV

Rumores

olhar