da Natureza do Cansaço


O acto sem força
o mando corrupto,
a ausência de nobre conduta
a desinteligência
desconhecer a sua força
medo terrível de perder, aquilo que não é, não foi
e nunca será Seu

inútil acção, desconstrução
... Mas,
aquele que É
irrompe por uma sala
com um olhar subjuga
com uma palavra submete

e ele próprio se torna Um com o espaço
com a vitória e a derrota
incorruptível, soberano
altivo e sóbrio
sendo maior é igual, porque conhece
aceita e funde-se

guerreiro, num pueril exercício de vida

de um punhado de terra constrói uma casa
o outro faz desabar mil castelos
pela sua ignorância

esta é a natureza do cansaço,
A Ignorância e o temor do nada

Comentários