Sabor Viciante


Coloca as minhas mãos
em ti, no teu corpo, na tua vida
sente-me rasga-me a alma
deixa-me sem pé

beijar os teus mamilos erectos
como eu, numa dança lenta
veludo e mel
Bolero de Ravel
cada molécula do teu ser
as tuas pernas
a tua flor aberta suculenta

olhar-te
para sempre
êxtase arrebatador
porta da eternidade nesses momentos
através de ti
deusa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capitais Próprios e a BTV

Rumores

olhar