reencontros de eras



inCapazes do Sonho,
Relembramos a vida toda, numa noite mal dormida, num espelho que somos, uns de outros, olhares fugazes, suspiros por outros dias, outras cidades, eras de sofrimento, sonho e alegria... dormentes, ausentes, ansiosos por amanhã, sem vitórias nem derrotas por vibrar, gritos de desespero em unidades mentira, rasga-se o coração do herói, notas de desespero em mãos sujas de cansaço e dor de outros, sonolentos, imberbes, desconectados.
Nem amanhã é outro dia nem tu és tu! Somos nós, somos um, espelhos do infinito, acordes e silêncios irmãos, recorda o jogo, livre é o que não sabe.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Capitais Próprios e a BTV

Rumores

olhar